Todos os artigos
|Signal e Telegram: porque estas ferramentas estão ganhando cada vez mais espaço?

Signal e Telegram: porque estas ferramentas estão ganhando cada vez mais espaço?

Em tempos de redes sociais, a troca de mensagens é quase uma constante na vida de todos. Os aplicativos estão cada vez mais presentes nos smartphones das pessoas, que utilizam tanto para a vida pessoal e profissional, quanto para a interação com diversas marcas. Em meio a tantas opções, duas tem se destacado no início

    Share
Signal e Telegram
por Sitel Staff março 2, 2021 - 3 MIN READ

Em tempos de redes sociais, a troca de mensagens é quase uma constante na vida de todos. Os aplicativos estão cada vez mais presentes nos smartphones das pessoas, que utilizam tanto para a vida pessoal e profissional, quanto para a interação com diversas marcas.

Em meio a tantas opções, duas tem se destacado no início deste ano e vêm ganhando espaço, que são o Signal e o Telegram. Com diferenças e semelhanças, os aplicativos estão sendo cada vez mais conhecidos.

Pelo menos de um deles você já deve ter ouvido falar, mas se este não for o caso ou se ainda tiver algumas dúvidas, nós estamos aqui para te ajudar. Continue lendo para entender todo esse cenário e como os aplicativos têm se destacado.

Como Signal e Telegram funcionam

Como Signal e Telegram funcionam

Para te deixar por dentro de tudo, o primeiro passo é entender como os aplicativos funcionam. Vale lembrar que ambos estão disponíveis para download no Android e IOS.

Telegram

Telegram

Por mais que você tenha conhecido o app apenas recentemente, vale lembrar que o Telegram nasceu em 2013 e foi criado por dois irmãos russos.
O aplicativo permite grupos com até 200 mil membros e é possível utilizar o mensageiro em qualquer dispositivo sem que seja necessário que o celular esteja conectado à internet. Além disso, permite inclusive o agendamento para o envio de mensagens.

Em relação a privacidade e segurança, as mensagens, fotos ou demais arquivos compartilhados ficam armazenados no servidor, mas o Telegram se compromete a não compartilhar com terceiros. Existe também a opção criptografada, que pode ser feita solicitando a opção de chat secreto.

Essa opção conta com criptografia de ponta a ponta, sem rastros nos servidores, possui timer de autodestruição e o encaminhamento de mensagens fica desativado.

Signal

Signal

E nesta nossa análise sobre o Signal e Telegram, é a hora de falar sobre o Signal, que tem como uma das prioridades a privacidade dos usuários. A tecnologia geral do app é de 2010, mas a versão que conhecemos hoje teve sua fundação, juridicamente falando, em janeiro de 2018.

O aplicativo permite que os grupos sejam privados e que as mensagens sejam enviadas por remetentes ocultos. Assim como acontece com o WhatsApp, o smartphone precisa estar conectado na internet para que possa ser utilizado em outros dispositivos.

Além disso, o código fonte é inteiramente aberto, garantindo total transparência e, graças a uma intensa criptografia, a maioria dos dados que chegam aos servidores ficam inviabilizadas de coleta.

O Signal já foi recomendado, inclusive, por grandes personalidades como o fundador da Tesla, Elon Musk.

O crescimento das novas ferramentas de mensagem

O crescimento das novas ferramentas de mensagem

O grande “bum” dos dois apps aconteceu no início de janeiro, quando o WhatsApp anunciou uma nova política de privacidade. Isso acabou gerando uma grande mudança de cenário, fazendo com que os usuários começassem a buscar outras opções.

E este foi um fator decisivo para o crescimento do Signal e do Telegram. Com a atualização, o WhatsApp poderá compartilhar diversas informações de quem usa a ferramenta com a controladora, ou seja, o Facebook.

Segundo dados da consultoria Sensor Tower, o número de downloads dos dois aplicativos cresceu consideravelmente.

Para se ter uma ideia geral, a consultoria aponta que o Signal foi baixado 246 mil vezes na semana que antecedeu o anúncio das alterações no WhatsApp. Já na semana posterior, o número de novos usuários do aplicativo cresceu para 8,8 milhões.

O Telegram não ficou para trás e teve um grande crescimento também. Na última semana de dezembro/2020, foram 6,5 milhões de downloads no mundo e nos sete dias seguintes ao anúncio do WhatsApp o número subiu para 11 milhões.

De acordo com o próprio Telegram, o aplicativo ultrapassou dos 500 milhões de usuários ativos. Sendo que, em janeiro de 2021, foram identificados mais de 100 milhões de novos usuários no mundo.

WhatsApp na rotina das pessoas

WhatsApp na rotina das pessoas

Mesmo com as mudanças, novas opções disponíveis e a forma do Signal e Telegram, o WhatsApp se tornou uma questão de hábito para muitas pessoas. Apesar do crescimento dos concorrentes, o app ainda deve figurar entre as principais ferramentas de mensagens.

Se comunicar com amigos, grupos com familiares, grupos de trabalho, contato com lojas, compras e até mesmo a possibilidade de pagamento. Estas são algumas das opções disponíveis no app, que conquistou muitos usuários ao longo dos anos.

Vale destacar também que, de acordo com dados de uma pesquisa feita pelo site Mobile Time, em parceria com a Opinion Box, o WhatsApp é o aplicativo mais popular entre os brasileiros.

O Signal e o Telegram têm muito potencial e são novas possibilidades para os amantes de tecnologia que gostam de ter diferentes opções, que estejam alinhadas aos seus anseios sobre segurança e privacidade na comunicação.

Posts recentes

Conversation at HeART: Novo projeto que conecta arte ao Sitel Group

Conversation at HeART, em uma tradução literal “Conversando com o Coração” é uma iniciativa global que visa inspirar, conectar e…

Leia

Trabalhar em casa pela internet: um resumo do mercado do início da pandemia até agora

Trabalhar em casa pela internet se tornou a nova realidade de muitas empresas! Apesar de ser uma necessidade deste momento,…

Leia

5 dicas essenciais para um bom atendimento ao cliente

Um bom atendimento ao cliente envolve uma série de fatores chaves para o sucesso! Para se destacar, é preciso oferecer…

Leia

CX Digital: como montar uma estrutura completa e diferenciada de atendimento

O CX digital é uma ferramenta essencial para as empresas. Trazer um atendimento ao cliente completo e com boas experiências…

Leia