Todos os artigos
|O que é gamificação? Construa uma experiência de treinamento diferenciada!

O que é gamificação? Construa uma experiência de treinamento diferenciada!

Você sabe o que é gamificação? Conheça a metodologia de treinamento que irá revolucionar a forma como você desenvolve seus colaboradores.

    Share
O que é gamificação? Construa uma experiência de treinamento diferenciada!
por Sitel Staff novembro 24, 2020 - 3 MIN READ

A gamificação é uma modalidade de treinamento que busca trazer a mecânica de jogos (eletrônicos ou não) para a realidade da educação corporativa. Assim, é possível impulsionar o engajamento das equipes e melhorar os índices de aprendizado.

Inovar nos processos de capacitação e desenvolvimento de pessoas é algo que todas as empresas buscam. Mas como fazer isso?

Na realidade atual da educação corporativa, já existem diversos métodos que possibilitam um aprendizado mais intuitivo e menos maçante.

Um desses métodos é a gamificação, que usa a dinâmica de jogos interativos para transformar a jornada do conhecimento em uma experiência interativa e inesquecível.

Quer saber mais? Confira os tópicos que vamos abordar!

O que é gamificação?

O que é gamificação?

Como já adiantamos, a gamificação consiste no uso de mecânicas e dinâmicas de jogos para engajar os colaboradores a se desenvolverem mais e, portanto, melhorarem como profissionais.

Para isso, o treinamento precisa ter um objetivo: fazer com que, durante o game, o aluno adquira habilidades ou conhecimentos que podem ser aplicados no dia a dia do trabalho.

O um dos diferenciais da metodologia é a ideia de que o aprendizado ocorre de forma natural, durante um momento de entretenimento. Isso faz com que o engajamento torne a experiência ainda mais interessante, trazendo uma competitividade saudável e produtiva.

Além disso, a gamificação também consiste na entrega de uma recompensa, que servirá para motivar os colaboradores a alcançarem os melhores resultados.

Principais fatores presentes na gamificação

Principais fatores presentes na gamificação

Para montar um treinamento focado em gamificação, é necessário contar com 4 fatores imprescindíveis:

  • Ranking – Para que os colaboradores se desenvolvam durante o treinamento e busquem uma performance melhor, é necessário pensar em um rankeamento que estimule uma competição saudável entre os participantes.
  • Pontos/Recompensa – Para que o rankeamento funcione, é preciso criar um sistema de pontos que diferencie o desempenho de cada um dos colaboradores. Além disso, a partir da definição da pontuação, é possível pensar no que será preciso fazer para alcançar determinada recompensa – que deve ser previamente escolhida.
  • Storytelling – O processo de gamificação deve ocorrer como uma grande jornada de autoconhecimento, em que o aluno terá que resolver determinado problema para alcançar um objetivo e, por fim, obter uma recompensa. Para isso, é necessário prever uma história: com início, meio e fim.
  • Regras – Para que tudo isso funcione, é necessário criar parâmetros que regulem a competividade e deixem a disputa mais justa.

Para administrar estes fatores, é preciso contar com um professor que atue de forma semelhante a um designer de jogos, ou seja: faça com que o aluno se interesse cada vez mais pelo jogo, seja por meio da história, das atividades ou dos recursos visuais e sonoros.

Além disso, é necessário adequar todo o processo de treinamento ao perfil da marca, realizando uma pesquisa de campo aprofundada com a empresa.

Assim, é possível entregar um curso sob demanda que fornecerá aos alunos uma experiência única.

Quais as vantagens da gamificação?

Quais as vantagens da gamificação?

Para aprofundar nosso conhecimento sobre gamificação, é necessário entender quais são as vantagens reais que este método traz para a educação corporativa de uma empresa. Pensando nisso, separamos os principais!

Competição saudável

A competição interna, quando estimulada de forma sadia, é capaz de render bons frutos tanto para profissionais, quanto para a empresa. Com a gamificação, a disputa pelas recompensas pode despertar este espírito esportivo entre os colaboradores, gerando uma equipe mais produtiva e engajada.

Sentimento de conquista própria

Quando se aprende durante um processo de gamificação, o colaborador tem uma sensação de dever cumprido, que se transforma em confiança. Assim, é provável que ele se torne um profissional mais proativo e motivado, pois terá noção do seu verdadeiro potencial.

Análise de desempenho

Nem todas as modalidades de treinamento corporativo possibilitam uma análise efetiva do desempenho – muitas vezes, os resultados são subjetivos.

Com a gamificação, é possível ter uma mensuração mais completa por meio do sistema de rankeamento e pontuação. Assim, a empresa pode analisar com mais clareza o desempenho dos colaboradores.

Ensinamento prático

A teoria é fundamental para qualquer tipo de aprendizado, mas só a prática pode fazer com que a pessoa viva na pele uma determinada situação. Na gamificação, o colaborador lida com diversos problemas que poderiam acontecer em seu dia a dia, ganhando cada vez mais experiência na realização de sua função.

Posts recentes

Mar calmo não faz bom marinheiro, por Laurent Delache – Sitel Group

Passamos a maior parte do ano em casa, ou com a circulação comprometida, e ainda teremos um longo período de…

Leia

Roadmap digital: como construímos a jornada do cliente

O roadmap pode ser usado pela sua empresa para traçar uma estratégia digital efetiva e que traga resultados incríveis! Saiba…

Leia

Responsabilidade Social Corporativa: entenda o que fazemos pela sociedade

A responsabilidade social corporativa é uma forma das empresas retribuírem seu sucesso perante à sociedade! Conheça nossas ações.

Leia

O RH 3.0

O EQUILÍBRIO ENTRE O TECH E O TOUCH

Leia