Todos os artigos
|Empregar talentos: encontre profissionais talentosos, mesmo à distância

Empregar talentos: encontre profissionais talentosos, mesmo à distância

A pandemia não trouxe apenas o home office como tendência nas relações de trabalho. As contratações a distância também fazem parte do novo normal, ajudando as empresas a encontrarem profissionais talentosos. Saiba como aderir a este modelo! O escritório virou a mesa da sala, do quarto ou da cozinha. A entrevista de emprego, aquele momento

    Share
por Sitel Staff setembro 4, 2020 - 5 MIN READ

A pandemia não trouxe apenas o home office como tendência nas relações de trabalho. As contratações a distância também fazem parte do novo normal, ajudando as empresas a encontrarem profissionais talentosos. Saiba como aderir a este modelo!

O escritório virou a mesa da sala, do quarto ou da cozinha. A entrevista de emprego, aquele momento formal e engessado dentro de uma sala, agora já pode ser feita à distância por ferramentas on-line.

Essas mudanças transformam o modo como as empresas encontram profissionais e dão sequência aos seus negócios. Por isso, é fundamental adotar novos processos e manter a qualificação da sua equipe em dia.

Saiba como em mais um conteúdo exclusivo. Mas antes, confira os tópicos que serão abordados:

Defina filtros assertivos

Antes de encontrar aquele talento que você tanto busca para ajudar sua empresa a crescer, é necessário definir, em detalhes, as características que esta pessoa precisa ter.

Isso engloba desde qualificações profissionais e experiências anteriores, até habilidades técnicas e comportamentais – as famosas hard skills e soft skills.

A partir destas informações, você deve montar um filtro inicial, que deixará no “páreo” apenas os profissionais que atendem aos requisitos básicos para serem contratados.

Uma boa dica é criar uma espécie de sistema se pontuação para ranquear os candidatos mais próximos do perfil definido pela empresa. É só seguir os seguintes passos:

Enumere, por ordem de importância, as características que o colaborador ideal da sua empresa deve ter.

Para cada uma destas características, defina uma pontuação de 1 a 5 – sendo 1 para as menos importantes e 5 para as mais importantes.

Defina uma pontuação mínima que deve ser atingida pelos candidatos.

Passe os currículos enviados por este filtro e veja quem está apto a continuar no processo seletivo.

Mas lembre-se: este filtro te ajudará a evitar processos intermináveis, entrevistando apenas profissionais que se encaixem nos objetivos da empresa.

Porém, não fique preso nessas informações. O colaborador perfeito pode adquirir e aprender as características e habilidades que o seu negócio procura. Por isso, fique atento para não perder um potencial talento.

Utilize mais de uma plataforma para empregar talentos

O mundo digital possibilitou que as empresas utilizassem plataformas especializadas no recrutamento e na seleção de profissionais – algumas, inclusive, participam de todas as etapas do processo seletivo.

Porém, um erro muito frequente é escolher apenas um local para fazer a captação de talentos. Com isso, as empresas não perdem apenas uma ampla gama de candidatos, como também as diferentes possibilidades que as ferramentas oferecem.

Dessa forma, o processo seletivo pode perder boa parte do seu potencial. Para que isso não aconteça, separamos algumas dicas:

Invista em pelo menos uma ferramenta paga

Por mais que hoje existam diversas possibilidades de encontrar currículos de forma gratuita, as opções pagas trazem mais opções e filtros mais precisos.

Algumas permitem, inclusive, que você realize testes on-line para avaliar os conhecimentos práticos e teóricos de cada candidato.

Também use e abuse de todas as plataformas gratuitas

Mesmo que elas não contem com tantos recursos, as plataformas gratuitas podem representar uma vantagem: se as empresas não pagam, os candidatos também não!

Sendo assim, é provável que o volume de profissionais cadastrados seja maior e os perfis sejam mais diversos.

Mas não fique restrito a estas opções

Outros canais, como grupos em redes sociais, também são ótimos locais para anunciar oportunidades e receber currículos.

Além disso, a boa e velha indicação daquela pessoa que já atua na empresa costuma funcionar. Afinal, o colaborador já está adaptado à rotina do negócio e, provavelmente, recomendará alguém que se encaixe no perfil desejado.

Divida o processo seletivo em fases

Até aqui, nós já abordamos as duas fases preliminares de um processo seletivo: a definição do perfil ideal e o recebimento dos currículos.

Agora, vamos entrar no ponto em que a “coisa fica séria”: o início das entrevistas on-line. Nossa dica é dividir todo o processo em etapas, como nesta possibilidade fictícia para a contratação de um Analista de CX (Customer Experience):

Primeira entrevista: contato com os responsáveis pelo setor de RH para avaliar questões comportamentais e de qualificação técnica.

Segunda entrevista: conversa com os líderes do setor de CX para entender a experiência e os conhecimentos práticos do candidato nesta área.

Terceira e última entrevista: conversa com algum membro de nível superior dentro da organização (diretor ou CEO). Nesta etapa, é possível avaliar os propósitos de crescimento do candidato e verificar se eles estão alinhados aos da empresa.

A ideia é que cheguem ao final do processo apenas os candidatos mais adequados. É possível, inclusive, contratar mais de um colaborador – dependendo da condição da empresa e do desempenho dos entrevistados.

Como toda a seleção foi feita on-line, é mais fácil encontrar um espaço na agenda dos envolvidos no processo. Além disso, os candidatos não precisam ter gastos com alimentação e transporte para participar das três etapas descritas.

Contrate uma ferramenta especializada

As plataformas especializadas em empregar talentos e auxiliar em todo o processo seletivo são fundamentais, mas é possível ir além, contando com uma solução que ajude até na gestão do trabalho remoto.

Afinal, como o assunto é contratação à distância, é necessário rever os processos e pensar em possibilidades específicas para esse tipo de situação.

O primeiro ponto a se pensar é adotar o regime work at home, em vez do tradicional home office. Também conhecido como teletrabalho, este modelo de contratação tem algumas diferenças, como:

  • Precisa ser assegurado por um contrato de prestação de serviços;
  • A empresa deve se responsabilizar por garantir que o colaborador tenha toda a infraestrutura necessária para realizar suas atividades;
  • O trabalho é feito totalmente à distância e não sazonalmente ou em casos específicos, como muitas vezes ocorre com o home office.

O Sitel At Home, solução oferecida pelo Grupo Sitel, faz todo o gerenciamento deste modelo de trabalho, possibilitando que as empresas contem com agentes de CX altamente capacitados.

Como não existem limites geográficos para as contratações, a chance de encontrar profissionais eficientes e com o perfil ideal são ainda maiores.

Além disso, com a adesão ao work at home, o trabalho remoto não fica sujeito a paralisação em casos de crises externas (como a pandemia da Covid-19). Isso porque toda a infraestrutura necessária para o trabalho é oferecida pela Sitel, em conjunto com a empresa contratante do serviço.

Em resumo, a solução garante apoio em todas as fases de uma contratação remota: do processo seletivo à gestão da equipe.

Desta forma, é possível manter toda a operação – ou parte dela – funcionando à distância e com resultados iguais ou superiores aos gerados pelo trabalho presencial.

Posts recentes

Equipe de alta performance: como manter resultados trabalhando em casa pós Covid-19

É possível gerir uma equipe de alta performance à distância?

READ ON

In the flow of work: a importância de aprender durante o fluxo de trabalho

Aprender durante o fluxo de trabalho é uma forma de aproveitar a prática de determinada atividade para trazer conhecimentos importantes…

READ ON

Assistentes virtuais e chatbots famosos: entenda porque eles se destacam

Os assistentes virtuais e chatbots estão ganhando cada vez mais espaço atuando como interface de grandes marcas do mercado. Respostas…

READ ON

Treinamento on-line: como capacitar colaboradores durante a quarentena?

O treinamento on-line traz diversas possibilidades de aprimoramento dos processos de capacitação de uma empresa. Em um mundo que ainda…

READ ON