Todos os artigos
|Conversation at HeART: Novo projeto que conecta arte ao Sitel Group

Conversation at HeART: Novo projeto que conecta arte ao Sitel Group

Conversation at HeART, em uma tradução literal “Conversando com o Coração” é uma iniciativa global que visa inspirar, conectar e capacitar os colaboradores do Sitel Group® por meio do poder de criar e adquirir obras de arte nos espaços em que trabalham.

    Share
por Sitel Staff abril 14, 2021 - 4 MIN READ
Sitel Group França

A arte é uma forma tangível de apresentar e compreender o mundo em que vivemos e trabalhamos. Facilmente acessível, pode refletir a sociedade em geral ou uma comunidade em particular. Ela fornece significado e pode ser um presente ao espaço onde foi dedicada.

Ela também dá sentido, fornece identidade, um ponto de referência cultural e social. Pode desafiar crenças ou fortalecer valores e pode canalizar a energia do passado e do presente para ajudar seu observador a imaginar o futuro.

Engajando Nossos Colaboradores

No Sitel Group®, nossa mensagem ‘Create Connection. Value Conversation.’ foi desenvolvida em parceria com nossas pessoas. Uma vez que a arte é tão imediata e potente, ela é o único meio verdadeiramente universal que ultrapassa quaisquer barreiras linguísticas ou culturais para criar conexões e encorajar a conversação. E, uma vez que pode dar uma forma física à mensagem de nossa marca – uma mensagem que nossos colaboradores escolheram para descrever o significado e a motivação que os impulsiona a fazer seu trabalho – queremos aproveitar o poder da arte visual e colocá-la nas mãos de nossas pessoas.

Conversation at HeART é o próximo passo para capacitar nossos colaboradores e envolvê-los na discussão sobre o futuro da experiência do colaborador. O objetivo é ter um espaço dedicado em cada um de nossos novos MAXhub contact centers em todo o mundo, dedicado a uma obra de arte original co-concebida ou co-criada por nossas pessoas, para nossas pessoas.

O Efeito Sitel® MAX

Como acontece com qualquer projeto diretamente relacionado à otimização da experiência do colaborador, o Conversation at HeART é uma iniciativa do Sitel MAX. Em sua essência, o Sitel MAX possui três áreas de foco nas quais buscam elevar constantemente a experiência do colaborador – cultura, tecnologia e ambiente de trabalho. Ao nos envolvermos diretamente com nossa comunidade de colaboradores e canalizarmos seus comentários, sugestões e ideias inovadoras em torno desses temas, podemos identificar e começar a moldar iniciativas que farão uma diferença significativa para nossas pessoas e suas vidas profissionais.

Focado no ambiente de trabalho, o Conversation at heART é a nossa forma de fornecer aos nossos colaboradores uma tela em branco onde eles podem ilustrar e expressar sua cultura e diversidade, para chamar a atenção e iniciar conversações em torno de causas ou valores, para criar novas conexões com a comunidade em geral, trabalhando ao lado de artistas locais para dar vida às suas ideias.

A Arte da Redução do Estresse

Além de seu poder de conectar e facilitar a interação, a arte também melhora o bem-estar, alivia o estresse e estimula o pensamento crítico e criativo.

Um estudo coautorado por Angela Clow, PhD no departamento de Psicologia da Universidade de Westminster, descobriu que os colaboradores que trabalham no ambiente altamente estressante do centro de Londres e passaram apenas 35 minutos em uma galeria de arte durante seu intervalo de almoço, exibiram uma queda rápida do cortisol (o hormônio do estresse). Em circunstâncias normais, essa queda levaria até cinco horas para acontecer.

Além de diminuir o estresse, a arte pode estimular a sensação de prazer e alegria. Em 2011, o professor titular de neuroestética do University College London, Semir Zeki, conduziu um experimento em que os participantes eram colocados em uma máquina de ressonância magnética enquanto viam uma série de obras de arte. Ele notou um aumento no fluxo sanguíneo para as áreas do cérebro relacionadas ao prazer. O mais impressionante é que a reação foi imediata.

Oshin Vartanian, um especialista em neurociência e estética da criatividade da Universidade de Toronto Scarborough, se baseando nos resultados de Zeki em 2014, descobriu que a arte também ativa as áreas do cérebro relacionadas ao processamento de emoções, envolvendo nosso sistema de recompensas e imaginação.

A Arte do Bem-Estar

Quando os efeitos da criação e visualização da arte são combinados, os benefícios são ainda maiores.

Um estudo coautorado por Anne Bolwerk, do Departamento de Fisiologia e Fisiopatologia da Friedrich-Alexander-University Erlangen-Nürnberg, que também empregou o uso de aparelhos de ressonância magnética, descobriu que as pessoas envolvidas na criação de artes visuais têm uma maior sensação de bem-estar e a complexidade dessa atividade estimula novas conexões entre as células cerebrais e entre os dois hemisférios cerebrais. Isso, por sua vez, melhora a adaptabilidade e dependência psicológica de um indivíduo.

Quando todas essas ideias são transpostas para o ambiente de trabalho, há um impacto positivo mensurável na produtividade e no bem-estar. Em parte, isso se deve ao fato de que a arte dá a um espaço uma identidade em um ambiente cada vez mais inexpressivo. Muitas cidades possuem a mesma aparência e muitos escritórios estão focados em um design minimalista e descomplicado que pode roubar calor ou conforto daquele local.

A Arte do Empoderamento

Para provar esse ponto, o Dr. Craig Knight, que estudou a psicologia dos ambientes de trabalho por 12 anos na Universidade de Exeter, conduziu uma série de experimentos em que os colaboradores realizavam os mesmos tipos de tarefas relacionadas ao trabalho, mas em quatro escritórios diferentes.

Os espaços eram enxutos (simples e funcionais), enriquecidos com plantas e fotos, haviam sido decorados e projetados pelos trabalhadores, ou desfavorecidos, ou seja, a decoração realizada pelos trabalhadores era então desfeita pelo gerente.

E quanto mais controle sobre um espaço os colaboradores tinham, mais confortáveis e engajados eles se tornavam. As pessoas que trabalharam em espaços enriquecidos foram 17% mais produtivas do que aquelas em espaços enxutos, mas aquelas que trabalharam em espaços decorados foram ainda mais eficientes – sendo 32% mais produtivas do que suas partes contrárias, sem qualquer aumento de erros.

A Arte do Investimento                

As primeiras peças do Conversation at HeART passaram do conceito à realidade em nossa sede na Europa e em nossos MAXhubs em Barranquilla, Colômbia e São Paulo, Brasil. E, como esperávamos, as peças entregues já estão gerando debate, um sentimento mais profundo de propriedade e dando prazer as nossas pessoas.

Nas próximas semanas e meses, estaremos destacando essas primeiras peças concluídas, as motivações por trás das obras de arte e as experiências, métodos e percepções dos artistas escolhidos – por nosso pessoal – para dar vida a suas ideias.

Conecte-se conosco pelo Instagram Sitel Brasil

Posts recentes

Suporte técnico: atendimento ao cliente em empresas de tecnologia

O suporte técnico eficiente é essencial para o sucesso dos negócios! As empresas de tecnologias precisam estar atentas ao atendimento…

Leia

Representatividade importa: o papel dos bots na interação com o público

Trazer a representatividade é importante como diferencial na forma como uma marca interage com seu público. Isso deve fazer parte…

Leia

Sitel Group® promove evento em comemoração ao Mês do Orgulho

Digital Pride Fest reforça compromisso do grupo com a inclusão e a diversidade

Leia

Financial Times reconhece o Sitel Group® como Líder em Diversidade

O Sitel Group foi nomeado como empresa Líder na segunda edição do ranking “Diversity Leaders” do Financial Times. Esse reconhecimento…

Leia